Ficus

(retirado do blog http://biraplantas.blogspot.com/)




Ficus Benjamina

Planta tóxica (a seiva).


Ficus Benjamina (Figueira chorão) a verde e a "variegata"







A bibliografia refere a existência de cerca de 800 espécies de ficus.

Planta angiospérmica (sementes escondidas no fruto) da Família das Moraceae, de folhas perenes (perenifólia), a ficus benjamina é originária da Índia, Himalaias, Malásia, Norte da Austrália...

Actualmente encontra-se disseminada por quase todos os países tropicais e sub-tropicais.





Figueira chorão, folhas.







Os seus ramos pendentes e a folhagem densa (quando saudável) dão-lhe um aspecto muito atraente e por isso tem grande procura como planta ornamental. As folhas são ovaladas e tem a orla ligeiramente ondulada, de cores que vão do verde escuro até verde acinzentado, com manchas mais claras, na sub espécie “variegata”.





Ficus Benjamina "variegata"




Pode possuir frutos pequenos, de cor verde, tipo figo, que ficam vermelhos ao amadurecer.

A fícus benjamina adapta-se bem a planta de interior e é muito conhecida, difundida e preferida pela sua resistência e beleza.

As variedades distinguem-se pelo tamanho das folhas.



Como planta de interior atribuem-se-lhe algumas “exigências”:

1. Exige locais claros (com muita luz) mas não “gosta” de exposição ao sol do meio dia. A temperatura da terra deve manter-se à volta dos 20º.


2. Não aprecia mudanças de lugar, correntes de ar, encharcamentos ou ar-condicionado.


3. Utilizar terra (substracto) com boa drenagem, composto por terra vegetal, turfa e areia, na proporção 1:2:1

4. Não tolera encharcamentos, mas a terra deve manter-se sempre húmida. Gosta de ser pulverizada (com água) regularmente.

5. Na Primavera Verão e Outono adubar todas as semanas ou de 15 em 15 dias. No Inverno adubar de 2 em 2 meses.

6. O ar seco pode ajudar a proliferação de ácaros vermelhos. A pulverização regular evita esse problema.




Enfim, uma verdadeira “planta de estufa”...




Quem a cultiva e a vende, ameaça que, se estas condições não forem respeitadas, as folhas da planta ficam amarelas e caem e as raízes apodrecem... Mas a planta regenera-se tão logo o problema seja 
resolvido (ou a planta tenha tempo para se adaptar, dizemos nós...)



De facto, segundo a nossa experiência, a ficus é muito mais resistente e muito menos exigente do que se diz. Nem outra coisa seria de esperar duma planta que cria raízes fortes e grandes a ponto de rebentar com canos e até com os alicerces das casas, para ir em busca de água... Essa é uma característica de plantas bem resistentes.


Ao que pudenos constatar, a ficus tolera vários tipos de terra (substracto) e consegue crescer razoavelmente em vasos pequenos, sem criar grandes raízes. Pode estranhar muito e ressentir-se, se a mudança for brusca e se exposta a sol intenso, mas recupera... e do que gosta mesmo é de estar na rua...





Ficus benjamina, figueira chorão, numa floreira na Rua.







A ficus também é muito fácil de reproduzir por meio de estacas que, em condições óptimas, nem chegam a perder as folhas que trazem da planta mãe.

Segundo os entendidos, para “bonsai” adaptam-se bem a Fícus benjamina exótica (Fícus de java), e a Fícus benjamina "natasha", que sobrevivem até em ambientes com pouca luz.

Plantada ao ar livre e na terra, cresce até formar árvores muito altas, com cerca de 30 metros, de copa grande e densa. 

Mas cuidado! 

Porque, tal como acontece com as figueiras comuns, a ficus também é capaz de criar raizes para “ir em busca de água” e romper as canalizações, as floreiras e até os alicerces das casas. Portanto, é uma espécie a evitar próximo das habitações.

O problema pode ser de dimensões tais que levou alguns municípios do Brasil a erradicar os exemplares existentes e a proibir a sua plantação...



Algumas dicas para evitar esses problemas são:

1. Manter a planta em vasos de modo a poder ser vigiada quanto ao crescimento das raízes;

2. Podar regularmente, não deixando que se desenvolva demasiado;

3. Fornecer água q.b. e borrifar (pulverizar) com regularidade (assim a planta não tem necessidade de criar raízes extensas)



Quando são plantadas ao ar livre e crescem sem constrangimentos, a sua copa frondosa e a sombra espessa que proporcionam também impedem o crescimento de qualquer outra espécie dentro do perímetro da sombra...



Diz-se que a fícus, mantida dentro de casa, filtra as toxinas do ar.


A sua seiva, leitosa e algo resinosa, (latex) é venenosa e pegajosa, mancha os tecidos e pode provocar irritação da pele e reacções alérgicas: comichão nos olhos e na pele, tosse e dificuldades respiratórias. No entanto, segundo se diz, estes sintomas só duram poucos minutos.


Deve ser manuseanda e cuidada usando luvas de borracha.

5 comentários:

  1. muito bom,mas sobre o combate a praga?algo mais que possa passar pra mim,pretendo desenvolver em um semirario sobre ficus na UESPI-PARNAIBA no curso de agronomia.att.roberto santos

    ResponderExcluir
  2. Foi muito bom ter lido este blog. Ganhei de meus amigos uma Benjamina de 2 metros no vaso e pretendia plantar perto da piscina. Vou deixar no vaso mesmo... obrigado!

    ResponderExcluir
  3. eu adoro essa planta ,porém foi me indicada para dar sombra só não me explicaram que não podia ser em um espaço pequeno,plantei no meio do jardim que não é grande,agora vou ter que coloca-lá em um vaso e cuidar seu crescimento,gostei muito da matéria obrigada.

    ResponderExcluir
  4. e eu gosto muito delas, na minha escola tinha muito delas, e engraçado, lendo agora,entendi por que elas eram plantadas num canteiro acho que com uns 4,5 m mais ou menos de diâmetro, e elas estavam sempre bonitas, achava que a raiz não fazia esse estrago todo,mas vi que o pessoal cuidava p/a raiz não se espalhar, tivemos jambeiro aqui em casa e a raiz quebrou uns canos, foi com muita tristeza que tivemos que tirar ele.

    ResponderExcluir
  5. Por favor, gostaria de 2 informações sobre o ficus.
    Tenho um na varanda do meu apartamento e notei desde o mês passado em algumas folhas, umas gotinhas transparentes e viscosa. Não faço ideia do que seja.
    Algumas folhas estão com manchas escuras por conta dessas gotinhas viscosas, pois deve acumular poeira . Qual o procedimento para limpar e se isso é normal, pois tenho esse Ficus há aproximadamente 18 anos e nunca tinha acontecido isso. Grato José Pinheiro jpsnt@uol.com.br

    ResponderExcluir

Caros visitantes, 02 observações:

1 - Textos sem conexão com o assunto da postagens serão deletados;

2 - Não tenho tido tempo de responder diretamente no blog, então solicito que enviem suas dúvidas e consultas a respeito de orçamentospara plantas e serviços para meus e-mails pauloheib@hotmail.com ou florplantas@hotmail.com , que então responderei mais prontamente. Ou liguem diretamente para 11 9829 4076

Obrigado pela visita, e voltem sempre.


Paisagista Paulo Heib
pauloheib@hotmail.com
florplantas@hotmail.com
11 9829-4076

Aviso aos navegantes

Caros visitantes: Só conseguimos enxergar nos outros aquilo que já temos dentro de nós.




Aqui tem Jardinagem e Paisagismo

Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Localizado na cidade de São Paulo. Paisagista, jardinista, desenhista, profissional de marketing e eterno estudante de tudo que eu gosto.