Como criar um jardim com plantas da Mata Atlântica


Jardim com plantas da Mata Atlântica


Antes de falar da Mata Atlântica em si, precisamos saber que ela é um dos biomas brasileiros. E o que é um bioma?

BIOMA é o nome que se dá a conjuntos diferentes de ecossistemas que possuem características próprias e mais ou menos homogêneas, e envolve a fauna e a flora que interagem entre si e com o ambiente. Também apresentam clima homogêneo.

O nosso Brasil é dividido em alguns BIOMAS: Amazônia, Pantanal, Caatinga, Mata dos Cocais, Cerrado, Pampas e, claro, a Mata Atlântica.

A Mata Atlântica está presente em grande parte do território brasileiro, abrangendo toda a costa leste desde o Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul, ocupando cerca de 13% do território nacional. É considerada o bioma de maior biodiversidade do planeta. Infelizmente, hoje contamos com apenas 5% da floresta original devido ao desmatamento predatório desde o tempo da colonização. Inúmeras espécies estão em extinção, na fauna e também na flora. É uma região bastante úmida e de altitude elevada.



Falando em plantas ornamentais, a Mata Atlântica é riquíssima. Nela encontramos o jequitibá-rosa, o gigante da floresta, as flores roxas das quaresmeiras e até alguns pau-brasil remanescentes. E abaixo da floresta, há pequenas árvores, arbustos e palmeiras, cobertos de bromélias e orquídeas.


É possível montar um jardim basicamente com plantas de Mata Atlântica. 


Claro que ele se adaptará melhor se você morar em alguma área desse bioma. Tudo dependerá do espaço disponível, pois é possível montar desde um 
pequeno jardim até um grande bosque!


Para criarmos esse jardim, precisamos conhecer a estrutura da Mata Atlântica: basicamente uma floresta de árvores altas (20 a 30m de altura) que produzem muita sombra sob as copas, muitas plantas epífitas (samambaias, orquídeas, bromélias), muitas variedades de arbustos e palmeiras e também algumas frutíferas. E sob as copas, muitas forrações que gostam de sombra ou meia-sombra.



Onde e como plantar?
Com exceção das árvores de grande porte, qualquer dessas plantas podem ser cultivadas em vasos ou jardineiras.


Rega
Por ser uma região de alta pluviosidade, plantas de Mata Atlântica precisam de regas regulares.


Solo
O solo é bastante rico em matéria orgânica, portanto é necessário já no plantio que se adube bem. Humus-de-minhoca é a melhor opção, mas esterco de curral ou de aves também são ótimas opções.


Como cuidar?
A forma de cuidar não difere muito do que estamos acostumados, afinal, muitas vezes já temos plantas desse bioma e não sabemos disso.


Onde comprar com segurança?
Na lista abaixo há diversas espécies nativas desse bioma. Para plantas de porte médio e grande, recomendo que se procure produtores certificados que fornecem mudas enxertadas.
Para plantas menores, é fácil encontrar mudas pequenas e às vezes até em caixinhas com 15 mudas (no caso das forrações). Não se preocupe caso compre mudas pequenas, afinal essas plantas têm crescimento vigoroso e não demoram a crescer.


Podem ser cultivadas dentro de casa?
Muitas dessas plantas podem sim ser cultivadas dentro de casa, mas somente as de sombra e meia-sombra, como o caso das samambaias, filodendros, marantas e bromélias. Basicamente, as de grande porte precisam de sol pleno. Helicônias já preferem locais ensolarados.




Lista de Éspécies típicas da Mata Atlântica

Árvores:
Guapuruvu (Shizolobium parayba)
Ipê-roxo (Tabebuia heptaphylla)
Ipê-branco (Tabebuia roseo-alba)
Jequitibá-rosa (Cariniana legalis)
Manacá-da-serra (Tibouchina mutabilis)
Pau-brasil (Caesalpinia echinata)
Araucária (Araucaria angustifolia)
Quaresmeira (Tibouchina granulosa)

Frutíferas:
Goiabeira (Psidium guajava)
Ingá (Inga vera)
Jabuticabeira (Myrciaria cauliflora)
Pitanga (Eugenia uniflora)
Maracujá (Passiflora alata)

Epífitas:
Filodendros, Bromélias e orquídeas diversos.

Palmeiras:
Côco (Cocos nucifera)
Jerivá (Syagrus romanzoffiana)

Forrações:
Semânia (Seemania sylvatica)
Falso-íris (Neomarica caerulea)
Sálvia (Salvia splendens)
Marantas diversas

Outras Plantas ornamentais nativas da M.A.:
Peixinho (Nematanthus wettsteinii)
Helicônia-papagaio (Heliconia psittacorum)
Helicônia (Heliconia rivularis)
Alamanda (Allamanda cathartica)
Amarilis (Hippeastrum hybridum)
Samambaia-xaxim (Dicksonia sellowiana)
Samambaia-de-metro (Polypodium persicifolium)
Samambaia-gigante-do-brejo (Acrostichum danaeifolium)
Avenca (Adiantum raddianum)
Guaimbê (Philodendron bipinnatifidum)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caros visitantes, 02 observações:

1 - Textos sem conexão com o assunto da postagens serão deletados;

2 - Não tenho tido tempo de responder diretamente no blog, então solicito que enviem suas dúvidas e consultas a respeito de orçamentospara plantas e serviços para meus e-mails pauloheib@hotmail.com ou florplantas@hotmail.com , que então responderei mais prontamente. Ou liguem diretamente para 11 9829 4076

Obrigado pela visita, e voltem sempre.


Paisagista Paulo Heib
pauloheib@hotmail.com
florplantas@hotmail.com
11 9829-4076

Postar um comentário

Aviso aos navegantes

Caros visitantes: Só conseguimos enxergar nos outros aquilo que já temos dentro de nós.




Aqui tem Jardinagem e Paisagismo

Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Localizado na cidade de São Paulo. Paisagista, jardinista, desenhista, profissional de marketing e eterno estudante de tudo que eu gosto.